ATIVIDADES DESENVOLVIDAS - PRÓPRIAS OU  EM PARCERIAS


b0636e9e75a74cdf9e539fc5de39741f.png

PROGRAMAS E PROJETOS


  1. PROGRAMA ÁGUA DOCE

 Programa do Instituto Lotus destinado a pesquisas e desenvolvimento de projetos com vistas à preservação e conservação deste imprescindível recurso natural.


 BIOUSINA – CENTRAL DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS ATRAVÉS DE ROTAS ENERGÉTICAS

Não permitir que o lixo gere chorume ou gás. Este é o principal atributo deste inovador sistema que permite, em escala industrial, após a retirada de produtos recicláveis do lixo através do trabalho de inclusão de catadores  para a geração de seu sustento, tratar  o resíduo orgânico restante em um processo físico-químico, para que, ao invés de ser encaminhado para os aterros sanitários, possa ser utilizado em outras funções ambientalmente corretas e economicamente sustentáveis. Parceria com o Instituto de Botânica do Estado de São Paulo


CAMPANHA ÓLEO DO BEM PARA A RECICLAGEM DE ÓLEO USADO  

Apoiado nas possibilidades de reaproveitamento do óleo de fritura através do eterno ciclo de vida de produtos recicláveis como matéria prima, os projetos de reciclagem de óleo do Instituto são originados em uma tecnologia socioambiental que visa fomentar projetos de apoio a populações em estado de vulnerabilidade social. Recursos gerados pela venda do óleo usado são doados para as campanhas de apoio, consolidando assim o tripé da sustentabilidade:

1 - diminuição da pegada ambiental do homem;

2 - garantia do suporte financeiro;

3 - geração de amparo social.

 

TRATAMENTO DE EFLUENTES ORGÂNICOS  - TRATAMENTO DE CHORUME

Os efluentes gerados pela decomposição de  orgânicos são altamente contaminantes dos recursos hídricos, como os lençóis freáticos e aqüíferos. Esta tecnologia, desenvolvida em parceria com a empresa EP Engenharia, consiste em uma estação de tratamento de efluentes líquidos com alta taxa de orgânicos, como chorume e vinhoto, entre outros, através de processo bioquímico, com polimento final  que permite atingir condições de descarga de qualidade superior  aos exigidos pela legislação ambiental, inclusive água de reuso.


 PROGRAMA 3R CCR VIAOSTE

Projeto de educação ambiental realizado em parceria com a empresa gestora da rodovia Castelo Branco com treinamento de funcionários e elaboração de materiais e campanhas promovendo a coleta seletiva dos resíduos gerados nas dependências da empresa e coletados na rodovia.



  1. PROGRAMA SABER -  EDUCAÇÃO,  CULTURA E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

O Instituto Lotus acredita que a educação é o motor propulsor de todas as transformações da sociedade que isto ocorre através da  disseminação de conhecimento e pela democratização do acesso à informação. E que a cultura é o ferramental que pode proporcionar o melhor entendimento da informação que se pretende transmitir. Assim, em todas as atividades e projetos, procura agregar modelos, mecanismos, materiais e quaisquer ferramentas, próprias ou de terceiros, que possam colaborar no atingimento deste objetivo.


SÉRIE VIDA EM COMUNIDADE

O Instituto Lótus apóia e estimula a adoção por parte das escolas públicas, do programa de apoio à educação por temas emergentes intitulado “Vida em Comunidade”, publicado pela editora  Letra e Ponto. Com temas como Dengue, Lixo, Água, empreendedorismo  e Mobilidade Urbana, essa série paradidática contribui para a condução da criança e do adolescente, através de uma linguagem lúdica e motivadora, ao caminho da construção da cidadania e da ética na convivência social.


ORGANIZAÇÃO TEMÁTICA E PRODUÇÃO DE CURSOS  E SEMINÁRIOS ( PROPRIOS OU EM PARCERIA)

  •  I FÓRUM AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

 Gestão Ambiental e Sustentabilidade

  •  II FÓRUM AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

Água, Meio Ambiente e Vida

  • III FÓRUM AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

 Rio Uruguai – Sustentabilidade e  vida em três nações

  • I SEMINÁRIO VIA OESTE DE MEIO AMBIENTE

 Desenvolvimento Sustentável

  • II SEMINÁRIO VIA OESTE DE MEIO AMBIENTE

 Educação Ambiental

  • III SEMINÁRIO VIA OESTE DE MEIO AMBIENTE

 Recursos Hídricos

  • CURSO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL (40 HS)

TEMA: BALANÇO SOCIAL E AMBIENTAL. parceria com o professor Takashi Yamauchi

  • I ENCONTRO BIANUAL DAS ASM - IBAMA

Relatório das Áreas de Soltura e Monitoramento de Animais Silvestres

  • CURSO DE PREPARAÇÃO DE SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE ESPÉCIES FLORESTAIS


PROJETO CYBEREDUC

Projeto CyberEduc de Apoio à educação é uma solução que integra sistema e conteúdos visando  potencializar o uso das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação)  pelas redes públicas de ensino, a partir da capacitação de professores no atendimento deste novo perfil de aluno com centro de interesse engajado nas questões contemporâneas. O Sistema CyberEduc é  composto por uma plataforma virtual que gerencia e operacionaliza, de ponta a ponta, todo o processo de integração das TICs ao ensino levado a sala de aula, sejam conteúdos prontos assim como de qualquer outro conteúdo que possa ser produzidos por educadores. Programa desenvolvido em parceria com as empresas CT Systems IT , e no fornecimento de conteúdo, Letra e Ponto editora, Instituto Ciência Hoje entre outras.


REVISTA SEGURANÇA AMBIENTAL –edições 1,2,3 e 4

Publicação de uma Revista de divulgação científica em parceira com o Comando de Policiamento Ambiental do Estado de São Paulo, que visa estabelecer um instrumento de divulgação de temas relacionados ao meio ambiente, escritos em linguagem científica por oficias da corporação.


RELATÓRIO ANUAL DE ÁREAS DE SOLTURA E MONITORAMENTO DE ANIMAIS SILVESTRES

O projeto de repatriação de animais oriundos de tráfico e apreensões realizado pelo IBAMA-SP vem se consolidando com resultados muito positivos e ganhando destaque nas mais diversas mídias, como um procedimento ambiental sem precedentes na história da gestão de animais silvestres do país.

Este projeto é pioneiro dentro do Ibama, visto que, por muito tempo, técnicos e pesquisadores da instituição defenderam a idéia de que as aves não poderiam ser reintroduzidas na natureza, pois não reaprenderiam a se defender ou a capturar alimentos.


 DOCUMENTÁRIO IBAMA – ANIMAIS SILVESTRES COMO PET

Este documentário tem como perspectiva sensibilizar o cidadão de que possuir um animal silvestre, embora seja um direito assegurado por lei, provoca uma série de prejuízos. Tais prejuízos englobam os danos ao meio ambiente, pois a captura de fauna nativa, além de reduzir o número de indivíduos da espécie, também acaba prejudicando a flora. Também são considerados prejuízos o sofrimento desses animais – solidão, alimentação inadequada, maus-tratos – e o risco das zoonoses, ou seja, as doenças que esses animais podem causar aos humanos. Paralelamente, o documentário pretende mostrar que as motivações para o desejo de ter um animal silvestre acabam sendo fúteis, uma vez que os animais domésticos cumprem perfeitamente o papel de companhia para os humanos. Assim, a idéia-fim deste documentário é demonstrar que, ainda que seja um direito do cidadão, ele deve abdicar da intenção de ter um animal silvestre como pet. Parceria com o IBAMA-SP.


PLANO DE MANEJO DA APA DE ITUPARARANGA

O Instituto Lótus, através de uma equipe multidisciplinar formada por 13 técnicos de variadas especialidades, realiza, em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Fundação Florestal e patrocinio da concessionária  CCR ViaOeste,  com recursos de compensação ambiental da duplicação da Rodovia Raposo Tavares, a elaboração do plano de manejo da APA de Itupararanga, que congrega 9 municípios em torno de importante unidade de conservação do estado de São Paulo.

 

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTAL DO GUARUJA

Trabalho desenvolvido em parceria do Instituto Lótus  com a CPI- da Policia Militar, Associação de empresários da Baixada Santista, Unaerp - Universidade de Ribeirão Preto – campus Guarujá e Prefeitura do Município de Guarujá, consistindo em um diagnostico socioambiental e um plano de ações com vistas à recuperação  dos valores  históricos do município.

 

 PROJETO CINE TELA BRASIL em foco

Parceria formada pelo Instituto Lótus  com a Fundação Telefônica e Buriti Filmes para o registro de ações  ações sociais e educativas no projeto “Cine Tela Brasil”, por meio de obra áudio visual do tipo institucional, em formato de vídeo. Material este que passa a fazer parte do acervo da Fundação Telefônica como fonte de estímulo e motivação ao protagonismo social através da ferramental do  terceiro setor. (ano 2013)

 

PROJETO GEEKIE GAMES

O Geekie Games – O Desafio do ENEM é uma iniciativa educacional criada  pela empresa Geekie Tecnologia, com o apoio da Fundação Telefonica e do  Instituto Lotus,  que tem por objetivo disponibilizar gratuitamente ferramentas virtuais de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM. O Desafio consiste em avaliação diagnóstica de desempenho, geração de plano de estudos individual e realização de estudos por meio de conteúdo, exercícios e avaliações em plataforma adaptativa para todos os brasileiros interessados em se preparar para a realização do exame.

Os professores e escolas terão acesso a um relatório completo do desempenho de seus alunos, com nota geral e por área do conhecimento baseado na Teoria de Resposta ao Item (utilizada pelo Enem). Com as informações contidas nesse diagnóstico os professores poderão ainda montar e adaptar as suas aulas oferecendo aos seus alunos um aprendizado com base no que eles precisam aprender 


PROGRAMA GENTE QUE EDUCA - AÇÕES INTEGRADAS POR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Parceria entre o Instituto Lotus e prefeitura  de Santana de Parnaiba com apoio do  Instituto Ciência Hoje, Editora Letra e Ponto, editora Melhoramentos e Caltech Tecnologia visando a elaboração de uma plataforma composta por uma série de ações coordenadas pela Secretaria de Educação de Santana de Parnaíba para atender às demandas da rede desde a Educação Infantil até o Ensino Médio

Tendo por diretriz, a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais, elaborar projetos que empoderem o aluno com os mais diversos instrumentos de qualidade para que adquira, reforce ou resgate a alegria de aprender por meio da educação formal escolar. Em sequencia, por meio de ações de formação continuada, fortalecer o professor em seu papel de docente e discente, pesquisador e mediador do aprendizado e, por fim, desenvolver ações que envolvam pais e comunidades para que participem do processo de ensino aprendizagem, amalgamando a atitude cidadã participativa

 

PROJETO FTV PELA  ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL NO SEMI-ARIDO BRASILEIRO

Programa eixo das diretrizes sociais da Fundação Telefonica Vivo,  com o  Instituto LÓTUS formou parceira para o  desenvolvimento de estratégias de implantação de projetos e para isso promovem ações que buscam entender o ecossistema de comunidades do semiárido brasileiro para realizar uma formação em inovação e acompanhar o desenvolvimento de projetos e protótipos com potencial de redução do trabalho infantil. Para isso o Instituto Lotus formou parceria com a empresa Livework Studio para a realização de pesquisas e coleta de indicadores que possam nortear as diretrizes e avaliar resultados em projetos realizados na área em questão. (ano 2014)


  1. PROGRAMA VERDEJAR  É PRECISO

O desenvolvimento econômico e a urbanização vêm produzindo, ao longo dos anos, diversos efeitos negativos no que se refere à preservação das áreas naturais. Observa-se gradativamente a diminuição de espaços verdes nas cidades e suas adjacências, em função da ocupação de áreas originalmente vegetadas, por empreendimentos residenciais, comerciais e industriais.

A diminuição das áreas vegetadas produz efeitos negativos tanto ao meio natural quanto à população humana. No meio natural observa-se a diminuição da biodiversidade da fauna e flora local, assim como a crescente interferência nos processos climáticos e hídricos. A eliminação de áreas vegetadas contribui para alterações no micro-clima, com surgimento de ilhas de calor e variações na umidade do ar. Também altera o regime dos cursos hídricos, produzindo mudanças nos pontos de afloramento do lençol freático (nascentes), além de afetar a qualidade e quantidade da água superficial e subterrânea.

O Instituto Lotus acredita que esse processo degradante, apesar de não poder ser revertido totalmente, pode ter seus efeitos ambientais negativos minimizados a partir da adoção de ações práticas por parte do poder público, iniciativa privada e a sociedade civil organizada.


PROJETO DE RECUPERAÇÃO DO PARQUE DO JUNDÚ

Parceria com a prefeitura da estância turística  de Bertioga, estado de São Paulo,  visando a recuperação de áreas degradas do bioma restinga, típico do ecossistema litorâneo, com metodologia própria desenvolvida com apoio do Instituto de Botânica do Estado de São Paulo. 

 

 VIVEIRO ESCOLA

Implantar um viveiro de mudas de espécies florestais nativas e/ou exóticas agregado a um conceito sócio-ambiental e educacional intitulado Viveiro-Escola Instituto Lótus.

Atender a demanda de projetos de recomposição florestal,arborização urbana e paisagismo; Contribuir para o equilíbrio ambiental(biodiversidade,clima e recursos hídricos);

Promover a educação ambiental e oferecer atividades terapêuticas às comunidades locais; Contribuir para as políticas públicas relacionadas a aspectos sócio-ambientais e educativos. Propiciar à iniciativa privada a qualificação para inserção em programas de responsabilidade social e certificação ambiental.


REFLORESTA BRASIL - PROGRAMA PARA O INCENTIVO AO REFLORESTAMENTO DE ÁREAS DEGRADADAS

Incentivo ao Reflorestamento através  da    Implantação de   CERADS  -  Centros  Estaduais  de  Referencia      para Produção de Mudas e Recuperação de Áreas Degradadas.

Entre os objetivos, os CERADs poderão prever a produção de ampla diversidade de espécies, inclusive  frutíferas,  visando o enriquecimento de áreas reflorestadas, bem pode servir para a produção de mudas para o atendimento a demandas dos órgãos ambientais, além de contemplar a  manutenção de um espaço privilegiado para o desenvolvimento de pesquisas, ações de educação ambiental e projetos vinculados a programas locais de cunho socioambiental contemplando-se suas peculiaridades socioculturais. 

PARCERIAS


PARCEIROS PUBLICOS:

IBAMA – INSTITUTO BRASILEIRO DE MEIO AMBIENTE  E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS

POLICIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLICIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE URUGUAIANA/RS

PREFEITURA DO MUNICIPIO SÃO PAULO (SUBPR. CAPELA DO SOCORRO)

PREFEITURA DO MUNICIPIO DO GUARUJA

PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE  BERTIOGA

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO ROQUE

INSTITUTO DE BOTÂNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

PREFEITURA DE SANTANA DE PARNAIBA

ACADEMIA:

UFSCAR – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNESPO - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

FACULDADES CANTAREIRA

UNAERP – GUARUJÁ

FMU – FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

PARCEIROS PRIVADOS:

FUNDAÇÃO TELEFONICA-VIVO

AES URUGUAIANA

AES TIETÊ

BANDEIRANTE ENERGIA

CCR VIAOESTE

CCR RODOANEL

GEEKGAMES

LIVEWORK PRODUÇÕES

BURITI FILMES

ASS. EMPRESÁRIOS DA BAIXADA SANTISTA

BUNGE

FIESP

CTR LARA

TECHLIX

EDITORA EDUCACIONAL

EDITORA RMS/LETRA&PONTO

EDITORA MELHORAMENTOS

CALTECH TECNOLOGIA

CT SYSTEMS IT TECHNOLOGY

EDITORA ESOTERA

PARCEIROS DO TERCEIRO SETOR

FUNDAÇÃO TELEFONICA-VIVO

INSTITUTO PAULO FREIRE

INSTITUTO CIENCIA HOJE

CENTRO DE PROMOÇÃO SOCIAL CONEGO LUIZ BIASI/SP

PROJETO ARRASTÃO/SP

INSTITUTO GUAPURUVU/SÃO SEBASTIÃO

APETRES/SP